Anterior
Next

O Ribatejo Interior

Abrantes, cidade desde 14 de junho de 1916, é sede de um concelho que desfruta da influência de dois rios: o Tejo e o Zêzere (pela Albufeira de Castelo do Bode).  Ao contemplar características edafoclimáticas únicas (zonas ribeirinhas, de pinhal e de charneca) permite a existência de produtos "da terra" de elevada qualidade: azeite, vinho, mel, charcutaria, queijos e produtos hortofrutícolas. Estes, juntamente com a sabedoria de gerações, permite uma riqueza de sabores, apresentados na sua doçaria tradicional e em deliciosos pratos típicos.
Constância, vila desde 30 de maio de 1571, é sede de um concelho que nasce no verdejante encontro do Tejo com o Zêzere. Antiga Punhete (do romano pugna tagi - luta do Tejo) pela rebeldia das águas na confluência dos dois rios, viu o nome ser mudado em 1836 por D. Maria II, devido à constância que os seus habitantes demonstraram no apoio à causa liberal. A sua gastronomia está intimamente ligada aos rios que a abraçam e aos produtos das terras por eles banhadas, assim como à fusão de heranças culturais populares e conventuais, resultando em sabores ricos que falam por si.
Sardoal,  vila desde 22 de setembro de 1531, é sede de um concelho que se encontra na confluência de três regiões distintas: Ribatejo, Alentejo e Beira Baixa, e às quais foi buscar as raízes da sua identidade cultural. Os seus solos argilo-calcários e o seu relevo, aliados à abundância das suas águas e aos seus microclimas, dão os seus frutos na forma de excelentes produtos "da terra": azeite, vinho, mel e produtos hortofrutícolas (com destaque para a famosa Couve de Valhascos). Estes, aliados aos saberes ancestrais populares e monásticos, apresentam-se em esplêndidos pratos tradicionais, tanto salgados como doces.

Sabores do Ribatejo

Charcutaria | Queijos

Do Lagar para a sua Mesa

Azeite

A Garrafeira

Cerveja | Licor | Vinho

Mercearia

Bolachas | Chás | Compotas | Doces | Granola

Shopping Cart
Praça - Ribatejo Interior
Scroll to Top